Grupo D Mundial FIFA 2018 • Chegámos ao grupo D, aquele que considero um grupo especial. Antes de mais porque tem uma das seleções mais carismáticas do mudo

Grupo D Mundial FIFA 2018 • Copa do Mundo • Prognóstico

A Melhor Casa de Aposta Online Clica Aqui Agora
GRUPO D MUNDIAL FIFA 2018 • COPA DO MUNDO • ANTEVISÃO

Grupo D Mundial FIFA 2018 • Chegámos ao grupo D, aquele que considero um grupo especial. Antes de mais porque tem uma das seleções mais carismáticas do mundo – a Argentina. Com eles, o mundial ganha sempre outra cor, outra paixão, com adeptos muito singulares que apoiam a sua seleção de forma apaixonante. A qualificação da seleção das pampas é o garante de termos outro jogador extra-planetário neste mundial. Falo obviamente de Lionel Messi, que ano após ano concorre com Cristiano Ronaldo pela bola de ouro. E é por aí que começamos, pois este jogador tem a capacidade de se destacar de um conjunto de outras grandes estrelas. Foi muito graças ao seu génio que a Argentina chegou a esta fase final. Na altitude de Quito, cerca de 2850m, apenas um “extra-terrestre” podia resolver o jogo a favor da Argentina. O capitão fez um hattrick e colocou a Argentina em Kiev! Por isso, muito do sucesso deste conjunto passará pelo desempenho de Messi. Isto parece algo muito redutor, sobretudo numa seleção recheada de estrelas, mas a verdade é que a turma, agora comandada por Sampaoli raramente funciona como um coletivo. Essa é a maior fragilidade da Argentina, para além dos problemas que sente no momento defensivo. Resta saber se Sampaoli tem a chave para colocar este “Ferrari” em andamento.

Se a Argentina se caracteriza pelo que vale individualmente, passamos agora a uma seleção completamente antagónica – a Islândia. Tem sido notável o crescimento desta equipa nos últimos anos. Uma seleção que não impressiona pelos nome que tem, mas que dentro de campo funciona como um verdadeiro harmónio. A capacidade com que junta as suas linhas, encurtando o espaço entre setores, e a forma organizada como se move, em bloco, quer no processo ofensivo e defensivo, fazem a força desta equipa. O jogador mais talentoso é o médio do Everton Sigurdsson que junta capacidade técnica, inteligência e poder de finalização, e é ainda um mestre nas bolas paradas. A maior liberdade de movimentos de Sigurdsson é compensada pela capacidade defensiva de Hallfreðsson, Bjarnason e Gunnarsson. Aliás, a linha de quatro médios é composta por jogadores muito evoluídos taticamente, alguns deles com passagens pela escola italiana. Também a facilidade com que cria situações de golo é algo natural nesta seleção. Se estiver ao nível do que fez no Europeu 2016 ira incomodar muita gente!

Depois de falarmos destas duas seleções poderíamos esperar uma diminuição de qualidade para as restantes vagas do grupo D,.. pura ilusão. Falamos agora de uma equipa muito acima em termos individuais e uma das que pertence ao 2º lote de seleções mais fortes. A Croácia tem uma geração de ouro, e alguns desses jogadores poderão ter aqui a última oportunidade de ganhar algo pelo seu país. Modric e Mandzukic têm 32 anos, Kalinic e Rakitic 30 e Perisic 29. Mas o talento não se esgota apenas nestes talentosos e experientes jogadores, Kovacic Brozovic e Kramaric reforçam ainda mais a capacidade desta seleção. Se a qualidade é inquestionável, já a capacidade de funcionarem como coletivo tem sido intermitente. A forma como começou a qualificação não é comparável à fraca qualidade com que terminou essa fase, por momentos nem pareciam a mesma seleção. Algo que tem sido habitual e que o desgaste físico não justifica tudo. Já tem sido habitual, a Croácia promete sempre chegar longe, devido à qualidade inequívoca do seu plantel, mas não tem confirmado as expectativas. No entanto este conjunto de jogadores forma uma equipa muito madura. A relação talento/experiência está a um nível elevado. Será desta que a Croácia confirma todo o seu potencial?

Para fechar o grupo faltava uma equipa completamente diferente, mas com muita qualidade. A Nigéria venceu com relativa facilidade o seu grupo de apuramento, mesmo com Camarões e Argélia. Isso é o primeiro cartão de visita desta seleção que se regenerou e volta hoje a dar um ar da sua graça. Não tem tantos nomes sonantes como nos anos 90, mas é muito mais organizada. Os anos passam e a Nigéria tem “produzido” jogadores talentosos, isso nunca esteve em dúvida. No entanto, como seleção africana não tem conseguido demarcar-se daquele futebol, físico, alegre, mas tantas vezes anárquico. Mas, sob o comando do técnico alemão Gernot Rohr tem-se assistido a uma Nigéria mais contida, mais cerebral e sobretudo mais competitiva. Não será novidade, a Nigéria irá viver muito do seu explosivo contra ataque com Iwobi e Moses. Todo o resto da equipa trabalhará para evitar o golo adversário, e aí destaca-se a capacidade de recuperação de bola a meio campo: Ndidi, Onazi, Mikel. Força e velocidade são os principais atributos desta seleção, mas atenção que também há talento e organização.

PONTOS CHAVE • MUNDIAL FIFA 2018 • COPA DO MUNDO • GRUPO D
      • Um grupo que promete ser muito equilibrado. A Argentina esteve em risco de não estar aqui, mas Messi resolver dar um empurrão. A Croácia começou muito bem e foi perdendo gás. A Islândia e a Nigéria, as duas seleções com menor dose de talento foram as que garantiram a qualificação de modo tranquilo.
      • A Argentina continua a ser uma seleção muito pouco fiável, se relacionarmos com o enorme potencial que tem. A “tremedeira” na qualificação deixou preocupação entre os argentinos. Preocupações que se adensaram depois das derrotas nos particulares seguintes, sobreutdo (2-4) com Nigéria e a goleada (6-1) com a Espanha.
      • O trio composto por Mascherano, Mercado e Otamendi não tem dado garantias defensivas, sendo o momento da perda de bola uma dor de cabeça para os Argentinos.
      • A Croácia não destoa muito da seleção argentina, principalmente em termos de qualidade individual. Modric, Rakitic, Mandzukic, Perisic, Kramaric e Brosovic são jogadores de inegável qualidade.
      • Se a Croácia perde para a Argentina em termos individuais? Pelo menos ganha na consistência defensiva. A Argentina realizou 18 jogos e sofreu 16 golos. A Croácia em 10 jogos sofreu apenas 4.
      • A Nigéria e a Islândia venceram os seus grupos na fase de qualificação. Foram equipas consistentes, organizadas e chegam a esta fase com muita esperança. Os Nigerianos não perderam na fase de qualificação.
O NOSSO PROGNÓSTICO MUNDIAL FIFA 2018 • COPA DO MUNDO • GRUPO D

É sem dúvida um exercício difícil prever a classificação deste grupo D. Seria bem mais simples se o fizéssemos apenas no plano teórico, atendendo à qualidade de cada plantel, à experiência e claro ao calendário. Aí não haveria grandes dúvidas que a Argentina e a Croácia passavam à fase seguinte. Mas, sabemos que no futebol não há certezas, e por isso se fazem apostas desportivas. Assim, é necessário ponderar tudo o que referi, em cima, qualificar e comparar com o que as casas de apostas nos oferecem. Mesmo assim, colocando no topo a Argentina, a dificuldade está em apurar o 2º classificado uma vez que são 3 seleções que poderão produzir um nível muito semelhante. A Islândia tem a seu favor o facto de ser aquela mais fiável enquanto coletivo. A Croácia tem o talento e experiência do seu lado, mas a forma como vem decaindo desde as últimas jornadas da fase de grupos é preocupante. A Nigéria irá depender muito de como se comporte defensivamente, uma vez que não restam dúvidas da especialidade e qualidade desta equipa em transições. Como aposta prudente coloco a Argentina para vencer o grupo, cotada a 1.60. Depois com mais risco mas com muito valor, aposto na capacidade do coletivo da Islândia. É uma seleção pragmática, muito organizada, capaz de aguentar o jogo atrás e marca com relativa facilidade, mesmo de bola parada. A Croácia é ligeiramente favorita a ficar no 2º lugar, mas colocaria a Islândia muito perto. Por isso vejo valor, como aposta moderada, para a Islândia não ficar em último lugar, cotada a 1.65 na 1XBet. Argentina vence o grupo D.

 

AS NOSSAS APOSTAS SUGERIDAS PARA O MUNDIAL FIFA 2018 GRUPO C

Aposta Prudente: Argentina vence o grupo D, registada a @1,60 na 1XBET
Aposta Moderada: Islândia não termina no 4º lugar, no grupo D, registada a @1.65 na 1XBET

>>>>Acesso Direto ao Mercado Deste Grupo Clica Aqui

Analise Grupo A Clica Aqui

Analise Grupo B Clica Aqui

Analise Grupo C Clica Aqui

Aproveita o Bonus de Boas Vindas
Sobre o Autor

Duarte Pinto

O meu nome é Duarte Pinto, sou apostador e consultor, no ramo das apostas desportivas. O meu primeiro contacto com as apostas foi no ano 2004, na altura com o totobola, algo que comecei a fazer por brincadeira. No entanto, a taxa de acerto, e alguns segundos prémios, levaram-me a partilhar o registo dos boletins num grupo de amigos. Amigos esses que me falaram das apostas desportivas online. Fiquei desde logo apaixonado por esse mundo, e procurei o máximo de informação possível, em fórums, livros, vídeos, e até amigos com mais experiência! Dois anos mais tarde, em 2006 iniciei a minha experiência como apostador, na altura na Bwin, nos jogos da Liga dos Campeões. Fazia-o de forma pontual, mas com ambição de poder crescer e evoluir enquanto apostador. Mais tarde experimentei a Bet365 e também a Betfair.O conhecimento e a experiência acumulada, bem como a contínua formação nesta área levou-me a considerar, cada vez mais, esta atividade como algo lucrativo e de longo prazo. Hoje continuo como apostador, mas também a colaborar em alguns projetos, nomeadamente na edição de artigos, prognósticos e revisões sobre casas de apostas, trabalho que desenvolvo para alguns dos maiores sites de prognósticos online! Nas apostas procuramos o valor, algo que não é fácil de encontrar. Por isso partilho convosco o meu conhecimento e experiência, nestas ligas que acompanho há alguns anos! Assim, espero também acrescentar valor às vossas análises, sendo mais uma ferramenta útil no vosso estudo de apostas desportivas!

Deixe o seu comentário aqui, obrigado!