Cruzeiro x Santos - Prognóstico e Previsão Brasileirão - Série A

Cruzeiro x Santos – Prognóstico e Previsão Brasileirão – Série A

Bonus de Boas Vindas

Cruzeiro x Santos, prognóstico, analise completa e sugestões de apostas para este jogo do Brasileirão Série A. Consulte a nossa previsão e tips gratuitas.

CRUZEIRO x SANTOS • PROGNÓSTICO E PREVISÃO • SÉRIE A BRASILEIRÃO

Cerca de dez horas é o tempo que levamos a unir o Mineirão e a Vila Belmiro. Setecentos quilómetros que se podem traduzir num milhão e meio de passos. Mas a caminhar, chegamos depois do jogo entre o Cruzeiro e Santos, Raposa e Peixe. Dois pontos, é a distância entre si na tabela classificativa.

Historicamente, a Raposa enquanto anfitriã tem-se conseguido superiorizar ao Peixe. Soma tantas vitórias quantas as do Santos somadas aos empates. Apesar de se ter tratado de uma competição diferente, a Copa do Brasil, não passaram ainda dois meses desde o último embate no Mineirão, partida que o Santos venceu no tempo regulamentar, mas que foi insuficiente para garantir o apuramento, após derrota nas penalidades. Mas são competições diferentes, motivações diferentes, a própria atmosfera que envolve um jogo de Taça e de Campeonato é muito diferente. Se observarmos jogos a contar para o campeonato, no Mineirão vence o Cruzeiro. É preciso virar algumas páginas para encontrar a última vitória do Santos sobre o Cruzeiro. Passaram-se dois anos desde que tal aconteceu. Há, contudo, um padrão que se destaca no confronto directo, a dificuldade em marcar golos de ambas as partes. Este é sem sombra de dúvida o melhor momento para o Santos defrontar o Cruzeiro. Cuca teve o tempo que tem faltado para trabalhar com o grupo e analisar o adversário identificando os pontos mais fortes e formas de os anular ou minimizar. Para o Cruzeiro é mais uma partida para o campeonato que não assume o maior protagonismo na lista de objectivos.

FORMA E MOMENTUM • CRUZEIRO x SANTOS

E agora Mano? A Libertadores está complicada! Resta a Copa?

Éber Aquino, cidadão Paraguaio que é também, árbitro internacional de futebol. É um nome que não vai ser esquecido tão cedo – especialmente, em Belo Horizonte. Foi o responsável por conduzir o jogo entre o Boca Juniors e o Cruzeiro e o protagonista maior, ao expulsar Dedé ao minuto 75. Para quem viu o jogo ou as imagens do incidente, a decisão do senhor Éber Aquino é incompreensível. O choque foi duro, o Andrada sofreu (maxilar fracturado), mas era inevitável, a não ser que Dedé fosse de borracha. Enfim, a imprensa e as media sociais encheram-se de críticas e vozes de protesto, porque o senhor Éber Aquino até foi ver as imagens ao VAR e no final fez o que fez. O jogo terminou, a Raposa perdeu 2×0 e no próximo dia 5 de Outubro lutará pela reposição da verdade desportiva ou venderá cara a eliminação. Porém, o impacto da acção fica. Dedé vai ter alguns jogos mais difíceis. Se calhar, vai cometer um ou outro erro infantil devido à quebra de confiança. Esperemos que a história se encarregue de balançar a vantagem do Boca e permita ao Cruzeiro discutir a eliminatória.

Ganhe Dinheiro com Futebol

O adversário doméstico é outro, o Santos, que já se mostrou solidário com o Cruzeiro ao censurar publicamente a CONMEBOL. Mano Menezes tem poucos dias para preparar o jogo e sobretudo, recuperar os jogadores. O Peixe vem defrontar a Raposa entre decisões. Vem de partida que visa definir o apuramento para as meias-finais da Libertadores e decisão da meia-final da Copa do Brasil, com o Palmeiras, em que a vantagem é do Cruzeiro após vitória no jogo de ida. Será uma Raposa mista ou mesmo de reserva a que subirá ao relvado do mineirão, empenhada em pescar o Peixe ou em não ser devorada. Relembrar que o Cruzeiro pode ser ultrapassado na tabela em caso de derrota com o Santos e complicar o acesso à Libertadores por via da classificação.

É impossível não admirar a época que o Santos está a fazer. Como oportunamente já havia evidenciado, o Santos pontapeou a crise desportiva escalando a tabela classificativa da despromoção à classificação para a Libertadores. Ao longo do processo, com muito mérito do treinador Cuca, estão a ser atingidas marcas curiosas. Não sabem o que é perder há nove jogos e não sofrem golos há oito, uma marca que não era batida desde 1955 – antes de um tal Edson Arantes do Nascimento se tornar conhecido, como Pelé. Esta marca coloca Vanderlei como o guarda-redes que mais minutos conseguiu estar sem sofrer um golo na baliza do Peixe.

Ao Santos compete ultrapassar o maior número de concorrentes que estão acima de si na tabela e garantir a participação na próxima Libertadores – competição que já venceram por três vezes. Referido o mérito de Cuca nas marcas que o Peixe está a atingir, há a salientar a visível evolução ao nível das bolas paradas que nos últimos jogos tem sido por demais evidente, confirmando-se que esta fase da época, com menor número de jogos, tem permitido a Cuca trabalhar vários aspectos do jogo com o grupo. Não será por isso surpresa se algum dos próximos golos surgir de uma bola parada.

Gabriel Barbosa, o Gabigol, é e não me canso de o repetir, um nome em evidência neste Santos. São, de sua autoria, seis dos últimos sete golos marcados pelo Peixe. E para esta partida também estão em destaque Gustavo Henrique e Derlis González, mas por não poderem alinhar. Especula-se que, para a vaga do primeiro entre Luis Felipe ou Lucas Verissimo e para substituir Derlis, Bruno Henrique e Eduardo Sasha são os melhores candidatos.

No último jogo que disputaram, receberam o rival paulista, o São Paulo e empataram a zero. Em minha opinião e no cômputo geral, o Peixe foi superior e demonstrou maior ousadia atacante na procura do golo. A defesa esteve a um nível bastante sólido e o ataque foi pouco eficaz por não ter concretizado as oportunidades. No final da partida Cuca furtou-se a comentar a arbitragem, que foi muito difícil, preferindo salientar a brilhante performance da defesa, contudo, foram várias as imagens ao longo do jogo em que parecia estar à beira de uma apoplexia.

FACTOS & SUGESTÕES • CRUZEIRO x SANTOS

É um Cruzeiro que não perde há muito tempo, assegurando vários empates, em casa e fora. Um Cruzeiro com dificuldades em fazer golos. O Santos afina pelo mesmo diapasão, não perdendo nenhum dos últimos jogos, tendo vencido inclusivamente nas duas últimas deslocações em que conseguiu marcar sempre. Mas ainda temos de considerar os acontecimentos mais recentes que envolveram o Cruzeiro e que me levam a considerar que este jogo vai ter poucos golos dadas as dificuldades com que ambas as equipas se debaterão. A linha que tomo como referência é o under 2 com uma odd boa, apesar de pessoalmente a preferir 5 ticks acima. Domesticamente, o Cruzeiro tem sentido muitas dificuldades em marcar golos. Nos últimos quatro marcou em apenas um. O Santos não partilha tal dificuldade, especialmente como visitante e a sua defesa tem estado em bom plano o que trará maiores obstáculos para a Raposa.

Não devemos descartar o empate como resultado, provavelmente, sem golos, mas atribuo ligeiro favoritismo ao Santos. Temo que o Cruzeiro perca a compostura e deite tudo a perder num momento de desconcentração causado por reminiscências do que viveram nestes últimos dias.

ACESSO À LISTA DE PROGNÓSTICOS COM ANALISES GRATUITAS

Subscreva a lista de Prognósticos Escritos e vai receber todo o conteúdo escrito e disponibilizado no site na sua caixa de email em primeira mão (apenas vamos enviar prognósticos com analises detalhadas e 100% Gratuitas).

Todos os Dados Serão Enviados Para o Email indicado Acima

AS MINHAS APOSTAS SUGERIDAS PARA O CRUZEIRO x SANTOS

Aposta Mais Segura: Under 2 Goals, registada a @1,763 na Pinnacle
Aposta Alternativa: Santos Handicap Asiático 0, registada a @2,08 na Pinnacle
Aposta Especial: Empate ao intervalo, registada a @1,934 na Pinnacle


OFERTA: A casa de apostas 1XBET está a OFERECER 1 magnífico BÓNUS de BOAS-VINDAS no Valor de 100€ (500 R$) para todos os seus novos clientes! Aposta nos melhores jogos com 100€ (R$500) extra na tua conta!

>>> CLICA AQUI PARA RECEBER A OFERTA DE 100€ OU 500R$ <<<

Ganhe Dinheiro com Futebol
Sobre o Autor

Helder Queimado

O meu nome é Hélder Queimado e comecei no mundo das apostas como muitos. Um amigo comentou uma aposta feita na antiga Betandwin e aguçou a minha curiosidade. À curiosidade juntou-se o bónus de boas-vindas e isso foi o que bastou para me registar, depositar e começar a apostar, certo de que tinha encontrado uma galinha de ovos de ouro.Naquela altura a ignorância era enorme e a técnica para colocar apostas era o "achismo". Nenhuma gestão de banca, nenhum controlo de stakes, nenhum estudo preliminar, apenas meia-bola e força. Fácil compreender que a primeira banca foi entregue à casa de apostas.Mais tarde e muito por força da atenção mediática dada aos apostadores profissionais portugueses, decidi abrir conta na Betfair e fui atrás de conhecimentos, técnicas, compreender como estes conseguiam viver exclusivamente de apostas e alguns até, ser milionários. Nesta altura já conhecia os termos, mas não os dominava. Ouvia falar de consistência e achava que era ganhar todos os dias. O que lucrava num dia acabava por perder no dia seguinte.Cheguei à conclusão que precisava de melhorar, aprender, aperfeiçoar. Ao longo deste período fui apanhado pelo processo de legalização e acabei por guardar este projecto numa caixa e escondê-la no fundo do armário.O lançamento do Placard trouxe de novo "o bichinho" e lancei-me na procura de conhecimento, na experimentação e sobretudo, na especialização. Facto que nenhuma das casas legalizadas em Portugal me poderia oferecer os preços que eu necessitava para crescer, evoluir e acima de tudo, procurar o Longo Prazo.Confesso que o último semestre de 2017 e o primeiro de 2018 revolucionaram a minha percepção sobre a indústria e transformaram, completamente o meu paradigma permitindo-me projectar com clareza aqueles que são os meus objectivos e o caminho que devo seguir para concretizar os meus sonhos nas apostas.Actualmente, considero-me especialista no mercado de golos e procuro trabalhar de forma profissional com casas de apostas profissionais. Procuro publicar regularmente as minhas análises que ultrapassam a simples sugestão de aposta porque, considero muito importante um apostador ter a capacidade de redigir os factos apurados e justificar a sua aposta, de maneira a que muitos o compreendam e não apenas o próprio. Tal, permite-me confirmar o meu prognóstico ou, em alguns casos revê-lo e alterá-lo.Não vivo exclusivamente de apostas porque ainda não realizei todos os passos que necessito, mas, não tarda.Despeço-me com um forte abraço.Hélder M Queimado

Deixe o seu comentário aqui, obrigado!