Feirense vs Sporting, Prognóstico, Analise e Apostas - Taça de Portugal

Feirense vs Sporting, Prognóstico, Analise e Apostas – Taça de Portugal

Ganhe Dinheiro com Futebol

Feirense vs Sporting  prognóstico, analise completa e sugestões de apostas para este jogo dos quartos-de-final da Taça de Portugal no Estádio Marcolino de Castro em Santa Maria da Feira. Consulte Aqui a nossa previsão completa.

FEIRENSE VS SPORTING • PROGNÓSTICO E PREVISÃO • TAÇA DE PORTUGAL

A cidade de Santa Maria da Feira gosta de receber o Sporting e os seus adeptos. Esta época, é já a segunda vez que os lisboetas viajam até norte para visitar a cidade e tentar tomar o castelo. Mas não se pense que vai ficar por aqui, porque o Sporting ainda terá de visitar os fogaceiros mais uma vez, desta feita a contar para o campeonato.

A última vez que estas duas equipas se defrontaram no Estádio Marcolino de Castro, há algumas semanas, foi numa partida a contar para a Taça da Liga, em que o vencedor foi o Sporting, por 4-1.

Os fogaceiros têm nesta partida, a possibilidade de voltar a garantir a presença nas meias-finais da prova rainha do futebol português, a Taça de Portugal. Para tal, basta superarem o Sporting em casa, fácil, não é? Talvez não, mas quem sabe se Nuno Manta Santos não terá uma receita para este problema? O Sporting ainda não venceu nada esta época, é verdade, mas ambiciona vencer a Taça de Portugal, após tudo o que ocorreu no final do ano passado e cuja final perderam.

É um jogo em que o vencedor, para além de vencer, garante a passagem à fase seguinte e aproxima-se mais um pouco da final do Jamor, um palco de sonho e nos sonhos de muitos jogadores profissionais.

Ganhe Dinheiro com Futebol
FORMA E MOMENTUM • FEIRENSE VS SPORTING • TAÇA DE PORTUGAL

O Feirense é liderado por um treinador a quem, pessoalmente, reconheço muito mérito e quiçá um dos mais promissores treinadores da actual geração, o Professor Nuno Manta Santos. O homem leva uma partida inteira a berrar e depois, chega às conferências de imprensa rouco e mal se consegue ouvir.

O Feirense começou a sua época de forma muito promissora, mas depois de algumas partidas, acaba por voltar a ocupar o seu posicionamento natural na tabela classificativa, somando os pontos possíveis a cada jornada, oscilando de derrota em derrota, passando por um ou outro empate e aqui e ali, uma vitória. É o fado das equipas com menor expressão da elite do futebol nacional e das que menor orçamento apresentam. Consequência das limitações financeiras, o plantel é curto e parco em soluções o que provoca quebra, a partir do momento em que as primeiras lesões se manifestam.

Não podemos, contudo, negar que o Professor Nuno Manta Santos tem à sua volta um grupo de homens abnegados, que não baixam os braços e de entre os quais se destaca o internacional português Edinho, que mesmo com 36 anos ainda está para causar o pânico em muitas defesas. Salientar também Fábio Sturgeon, um jogador muito interessante, que apresenta o fino recorte de um craque. Defensivamente, é impossível não falar de Vítor Bruno que está de regresso e pode ser já opção para a recepção ao Sporting e o guarda-redes Caio Secco que tem “secado” muitas tentativas de golo quase certo.

Nuno Manta Santos é um treinador de recursos, que tem organizado os seus recursos ao longo da época em 4x2x3x1, 4x1x4x1 e até mesmo num 4x3x3. Contudo, o sistema táctico mais frequente tem sido o 4x2x3x1 e deve ser esse que vai utilizar perante o Sporting. Caio Secco já se sabe, é carta fora do baralho, após ter saído lesionado na última partida disputada. Edson Farias está igualmente lesionado, assim como João Silva.

Esta equipa do Feirense soma mais derrotas até ao momento, do que vitórias, ainda assim e a jogar no Marcolino de Castro, o saldo não é tão negativo já que o número de empates é bem mais expressivo, correspondendo ao somatório de vitórias e derrotas. Jogam de forma compacta, obstruindo os caminhos da baliza, que tem sido defendida por um guarda-redes talentoso que não vai alinhar e com isso, têm conseguido terminar as suas partidas com poucos golos no marcador e até mesmo, sem sofrer qualquer golo. Na fase de construção procuram a largura, insistindo por regra em jogadas pela ala direita. Mas a falta de recursos leva a que, frequentemente, haja uma tentativa de bombear a bola para área na esperança de que um rasgo de talento deste ou de Edinho resolva, com um golo. A defesa do Sporting tem alguns pontos fracos e Edinho é muito experiente, conhecendo esta equipa do Sporting de outros “carnavais” em que se disfarçou de carrasco.

Marcel Keizer chegou, à imagem do imperador romano Júlio César: “cheguei, vi e venci”. Traz uma nota de destaque em relação a muitos dos seus colegas, que é o facto de não responsabilizar terceiros pelo insucesso e isso é prova de grande humildade. Traz também uma elevação que faz falta ao futebol nacional, a correcção e sobretudo, a educação com que trata os demais treinadores e jogadores adversários. Mas mais do que as competências humanas, que já provou serem desenvolvidas, há o estilo de jogo que trouxe com ele e que o Sporting se vai adaptando. Aqui e ali faz lembrar o futebol total, cujo autor foi tão somente Rinus Michels e que tinha em Johan Cruyff o rosto mais famoso e em Piet Keizer o melhor interprete. Este senhor, Piet Keizer, era o tio do actual treinador do Sporting.

A chegada de Marcel Keizer parece ter trazido liberdade aos jogadores do Sporting, que começaram a desfrutar do seu próprio futebol. Não se pode ignorar que a chegada do treinador holandês, coincidiu com o regresso de Bas Dost à competição e sem querer tirar mérito ao treinador, o facto é que o avançado holandês faz muita diferença no Sporting, pela sua presença e pela forma como condiciona os adversários. Basta ver a derrota, recentemente, sofrida em Tondela, em que Marcel Keizer optou por poupar o holandês para o clássico com o Porto e essa decisão custou-lhe a derrota.

Sobre esse último jogo do Sporting, o clássico em Alvalade, com o Porto de Sérgio Conceição, dizer que a sensação com que fiquei foi a de um Sporting a jogar sempre com uma unidade a menos. O Porto controlou a partida, lançou alguns contra-ataques venenosos e não tivesse sido Marega tão perdulário, ou Mathieu tão eficaz e o resultado poderia ter sido outro. O Sporting, sempre que tentou lançar jogadas de ataque, alguma coisa falhou, ou era Wendel que caia e se caiu. O homem passou o jogo deitado no relvado. Ou era Danilo Pereira ou Éder Militão que estancavam o assédio verde e branco. Bas Dost pareceu sempre isolado lá na frente e quando a bola parecia finalmente chegar-lhe em condições, aparecia alguém de azul para a cortar e devolver ao meio-campo sportinguista. Talvez a opção por Nani e Diaby não tivesse sido a mais adequada. Talvez Jovane Cabral surgisse melhor nesta partida assim como Miguel Luís, que tem estado muito sólido e confiante. Do clássico, resultou uma contrariedade para Keizer que é a lesão de Bruno Gaspar, que ficou indisponível para a partida em Santa Maria da Feira.

Reduzir a época desportiva do Sporting à conquista da Taça de Portugal ou à reconquista da Taça da Liga parece algo redutor, passe a redundância, mas o facto é que o empate no clássico e antes, a derrota em Tondela, deixaram as contas do título, para o Sporting, bastante mais complicadas, razão pela qual imagino um Sporting aguerrido e decidido a superiorizar-se ao Feirense e rápido, para não começar a faltar a confiança.

O Sporting chega a esta fase da época com maior parte das suas partidas com mais de 2,5 golos no marcador final, o que se verifica mesmo a jogar fora de Alvalade.

FACTOS & SUGESTÕES • FEIRENSE VS SPORTING • TAÇA DE PORTUGAL

Para esta partida e tendo em atenção que se trata de uma eliminatória, um jogo que determina o apurado, considero que o Sporting é o maior interessado em vencer. É o Sporting que mais tem em causa nesta partida, após ter complicado as contas do título, a esperança de vencer um título está, objectivamente, nesta Taça de Portugal – sobretudo para vingar a última final perdida para o Aves -, mas também na Taça da Liga, cuja final four irá disputar.

Considerando ainda, que a partida seguinte será disputada em Alvalade e diante do Moreirense, estou em crer que, como diria o nosso querido e amado Quinito, vai pôr a carne toda no assador. Os jogos no Marcolino de Castro tendem a ser complicados para os grandes, sobretudo, porque o ambiente é adverso, o público está colado às linhas e até jogadores “cascudos” de equipa grande sentem o impacto dos milhares de fogaceiros nas bancadas.

Quer uma, quer outra equipa vão a jogo com limitações, podendo ser mais críticas para o Feirense do que para o Sporting, que apenas está impedido de fazer alinhar Bruno Gaspar. O Feirense tem unidades mais utilizadas e mais influentes de fora desta partida, desde logo o guarda-redes Caio Secco.

Posto isto acredito numa partida com golos. O Sporting com a sua equipa mais forte vai ser capaz de apontar vários golos e o Feirense com claras limitações defensivas vai sofrer para travar as investidas verde e brancas. Acredito numa vitória do Sporting, categórica e expressiva para que não restem dúvidas e a confiança do grupo não seja beliscada.
Arriscar um palpite para um golo de Bas Dost que está a seco há algumas partidas.

ACESSO À LISTA DE PROGNÓSTICOS COM ANALISES GRATUITAS

Subscreva a lista de Prognósticos Escritos e vai receber todo o conteúdo escrito e disponibilizado no site na sua caixa de email em primeira mão (apenas vamos enviar prognósticos com analises detalhadas e 100% Gratuitas).

Todos os Dados Serão Enviados Para o Email indicado Acima

AS MINHAS APOSTAS SUGERIDAS PARA O FEIRENSE VS SPORTING

Aposta Mais Segura: Over 2,75 Goals, registada a @1,943 na Pinnacle
Aposta Alternativa: Sporting Handicap Asiático -1, registada a @1,84 na 1xBet
Aposta Especial: Bas Dost para marcar em qualquer altura, registada a @1,91 na 1xBet


OFERTA: A casa de apostas 1XBET está a OFERECER 1 magnífico BÓNUS de BOAS-VINDAS no Valor de 100€ (500 R$) para todos os seus novos clientes! Aposta nos melhores jogos com 100€ (R$500) extra na tua conta!

>>> CLICA AQUI PARA RECEBER A OFERTA DE 100€ OU 500R$ <<<

Ganhe Dinheiro com Futebol
Sobre o Autor

Helder Queimado

O meu nome é Hélder Queimado e comecei no mundo das apostas como muitos. Um amigo comentou uma aposta feita na antiga Betandwin e aguçou a minha curiosidade. À curiosidade juntou-se o bónus de boas-vindas e isso foi o que bastou para me registar, depositar e começar a apostar, certo de que tinha encontrado uma galinha de ovos de ouro.Naquela altura a ignorância era enorme e a técnica para colocar apostas era o "achismo". Nenhuma gestão de banca, nenhum controlo de stakes, nenhum estudo preliminar, apenas meia-bola e força. Fácil compreender que a primeira banca foi entregue à casa de apostas.Mais tarde e muito por força da atenção mediática dada aos apostadores profissionais portugueses, decidi abrir conta na Betfair e fui atrás de conhecimentos, técnicas, compreender como estes conseguiam viver exclusivamente de apostas e alguns até, ser milionários. Nesta altura já conhecia os termos, mas não os dominava. Ouvia falar de consistência e achava que era ganhar todos os dias. O que lucrava num dia acabava por perder no dia seguinte.Cheguei à conclusão que precisava de melhorar, aprender, aperfeiçoar. Ao longo deste período fui apanhado pelo processo de legalização e acabei por guardar este projecto numa caixa e escondê-la no fundo do armário.O lançamento do Placard trouxe de novo "o bichinho" e lancei-me na procura de conhecimento, na experimentação e sobretudo, na especialização. Facto que nenhuma das casas legalizadas em Portugal me poderia oferecer os preços que eu necessitava para crescer, evoluir e acima de tudo, procurar o Longo Prazo.Confesso que o último semestre de 2017 e o primeiro de 2018 revolucionaram a minha percepção sobre a indústria e transformaram, completamente o meu paradigma permitindo-me projectar com clareza aqueles que são os meus objectivos e o caminho que devo seguir para concretizar os meus sonhos nas apostas.Actualmente, considero-me especialista no mercado de golos e procuro trabalhar de forma profissional com casas de apostas profissionais. Procuro publicar regularmente as minhas análises que ultrapassam a simples sugestão de aposta porque, considero muito importante um apostador ter a capacidade de redigir os factos apurados e justificar a sua aposta, de maneira a que muitos o compreendam e não apenas o próprio. Tal, permite-me confirmar o meu prognóstico ou, em alguns casos revê-lo e alterá-lo.Não vivo exclusivamente de apostas porque ainda não realizei todos os passos que necessito, mas, não tarda.Despeço-me com um forte abraço.Hélder M Queimado