Apostar no Clube do Coração, é Verdade ou é um Mito? Guia do Apostador

Apostar no Clube do Coração, é Verdade ou é um Mito? Guia do Apostador

Ganhe Dinheiro com Futebol

Sejam bem-vindos, investidores desportivos!

É verdade ou será somente um mito, que não se deve apostar no clube do nosso coração? É verdade. E é também um mito. Mas como é possível? É o que nos propomos abordar neste artigo.

Antes de prosseguir, parece-me da mais elementar importância sublinhar um facto óbvio: um apostador é um ser-humano e como tal, por vezes consegue ser racional, por vezes consegue apenas reagir emotivamente. É aqui que reside a chave para a compreensão desta questão.

É verdade!

Sim, é verdade que não se deve apostar no clube do nosso coração, quando somos apostadores inexperientes e imaturos. E sobretudo, quando somos incapazes de separar a emoção da razão, permitindo à primeira que se sobreponha à segunda, toldando o nosso raciocínio.

Não há qualquer outro factor, no mundo das apostas desportivas, que influencie de forma tão negativa as nossas decisões enquanto apostadores, como a emoção. Quando nós apostadores, entregamos ao nosso coração a gestão da nossa banca, estamos a meio do caminho para a bancarrota. E apostar no clube do nosso coração, pode significar apostar com o coração.

Ganhe Dinheiro com Futebol

Um adepto é um apaixonado pelo seu clube, pelo seu emblema, pelas cores do equipamento, os símbolos, as glórias, o estádio. Para um adepto, o seu clube tem sempre a possibilidade de vencer um jogo, mesmo quando está a perder por 2-0 e faltam 15 minutos para o jogo acabar. Duvido que algum apaixonado pelo seu clube, neste cenário, assuma que a sua equipa vai perder o jogo. Pelo contrário, em 15 minutos a minha equipa marca 3 golos, dá a volta ao resultado e acaba vencedora.

E em anos de futebol, quantas vezes tal aconteceu? Pois é. É por isto que é verdade. Não se deve apostar no clube do nosso coração.

É necessário desenvolver competências de controlo emocional, criar gatilhos mentais que permitam ao adepto/apostador observar, analiticamente, a sua equipa. Um adepto vai desejar sempre a vitória da sua equipa, mas esta nem sempre vai vencer.

É mito!

Sim, é um mito. Porque não devemos apostar no clube do nosso coração? A partir do momento em que, enquanto apostadores, desenvolvemos as competências chave: como o controlo emocional e a capacidade de gerir a nossa banca; e adquirimos a experiência que se adquire com várias apostas ganhas e perdidas, passamos a ser, verdadeiramente, apostadores. E um apostador, antes de apostar cumpre escrupulosamente a sua rotina, respeitando o seu método que no final lhe devolve a instrução de acção para aquele jogo: aposta ou não aposta.

Um apostador, não vai apostar na vitória da sua equipa se a análise estatística que fez, mostra que o clube do seu coração não apresenta condições para vencer a partida. Ou por outro lado, que o valor inerente às odds oferecidas pelas casas de aposta é inexistente. Um apostador tem a capacidade para fazer esta distinção e tomar uma decisão racional.
Um apostador não deixa que a emoção se sobreponha à razão. É um conflito muitas vezes difícil de dirimir, mas que para um apostador é essencial.

Verdade, mito ou desperdício?

Depois de algum tempo de caminhada no mundo das apostas, depois de ter adquirido a experiência e o conhecimento necessário a ser um apostador e quiçá, em muitos casos, um profissional, é um desperdício não apostar no clube do nosso coração.

Haverá alguma equipa no mundo que nós conheçamos melhor do que a nossa?

Nós somos a melhor base de dados do nosso clube. Quem, se não os adeptos, sabe que há um miúdo de 10 anos a despontar na academia do nosso clube, que vai dar que falar, que vai ter um futuro brilhante à sua frente?

Quem, se não os adeptos, sabe que o seu clube, tradicionalmente, perde pontos no estádio A ou estádio B? Que no terreno da equipa azul e branca, o seu clube tem um registo histórico em que começa sempre a perder e acaba por dar volta ao resultado.

Este é um nível de conhecimento que deve ser potenciado. Mas para que isso aconteça é necessário analisar o clube do nosso coração com a razão, sem condicionalismos de qualquer espécie. Um apostador não teme em apostar na derrota do clube do seu coração se aí vir valor. Não é traição, é gestão de risco!

Mas, fica aqui um segredo entre nós: não há melhor sensação do que apostar na vitória do clube do nosso coração e ele vencer a partida. É a conjugação perfeita entre adepto, apostador e equipa.

Um bem haja!

Ganhe Dinheiro com Futebol
Sobre o Autor

Helder Queimado

O meu nome é Hélder Queimado e comecei no mundo das apostas como muitos. Um amigo comentou uma aposta feita na antiga Betandwin e aguçou a minha curiosidade. À curiosidade juntou-se o bónus de boas-vindas e isso foi o que bastou para me registar, depositar e começar a apostar, certo de que tinha encontrado uma galinha de ovos de ouro.Naquela altura a ignorância era enorme e a técnica para colocar apostas era o "achismo". Nenhuma gestão de banca, nenhum controlo de stakes, nenhum estudo preliminar, apenas meia-bola e força. Fácil compreender que a primeira banca foi entregue à casa de apostas.Mais tarde e muito por força da atenção mediática dada aos apostadores profissionais portugueses, decidi abrir conta na Betfair e fui atrás de conhecimentos, técnicas, compreender como estes conseguiam viver exclusivamente de apostas e alguns até, ser milionários. Nesta altura já conhecia os termos, mas não os dominava. Ouvia falar de consistência e achava que era ganhar todos os dias. O que lucrava num dia acabava por perder no dia seguinte.Cheguei à conclusão que precisava de melhorar, aprender, aperfeiçoar. Ao longo deste período fui apanhado pelo processo de legalização e acabei por guardar este projecto numa caixa e escondê-la no fundo do armário.O lançamento do Placard trouxe de novo "o bichinho" e lancei-me na procura de conhecimento, na experimentação e sobretudo, na especialização. Facto que nenhuma das casas legalizadas em Portugal me poderia oferecer os preços que eu necessitava para crescer, evoluir e acima de tudo, procurar o Longo Prazo.Confesso que o último semestre de 2017 e o primeiro de 2018 revolucionaram a minha percepção sobre a indústria e transformaram, completamente o meu paradigma permitindo-me projectar com clareza aqueles que são os meus objectivos e o caminho que devo seguir para concretizar os meus sonhos nas apostas.Actualmente, considero-me especialista no mercado de golos e procuro trabalhar de forma profissional com casas de apostas profissionais. Procuro publicar regularmente as minhas análises que ultrapassam a simples sugestão de aposta porque, considero muito importante um apostador ter a capacidade de redigir os factos apurados e justificar a sua aposta, de maneira a que muitos o compreendam e não apenas o próprio. Tal, permite-me confirmar o meu prognóstico ou, em alguns casos revê-lo e alterá-lo.Não vivo exclusivamente de apostas porque ainda não realizei todos os passos que necessito, mas, não tarda.Despeço-me com um forte abraço.Hélder M Queimado