Como Lucrei 400% na Final da Taça - Guia do Apostador

Como Lucrei 400% na Final da Taça – Guia do Apostador

Ganhe Dinheiro com Futebol

Sejam bem-vindos, investidores desportivos!

Neste artigo proponho uma abordagem diferente, onde partilharei uma aposta que fiz e na qual fui bem-sucedido. Não trago esta partilha porque saí vencedor. Não! A ideia não é afirmar nada. Até porque, uma das coisas que a minha caminhada já me ensinou é que aprendemos mais quando perdemos, do que quando ganhamos.

A ideia é sobretudo, partilhar um método, uma forma de analisar uma partida de futebol. Habitualmente, a rotina de análise que sigo, religiosamente, inclui uma primeira fase, objectiva e direccionada para a análise estatística e para o peso dos números. Numa segunda fase, a recolha de informações acerca do jogo, quer seja ao nível de ausências, ao nível da meteorologia e uma ou outra curiosidade que possa considerar relevante para o resultado final. A terceira e última fase é meter tudo na “bimby” e chegar a uma decisão.

Tomada a decisão, volto ao início, pego em tudo o que apurei e justifico a decisão tomada, com pelo menos três argumentos que considero irrefutáveis.

Um dos factores que mais valorizo e que atribuo maior peso é a condição psicológica do individuo ou indivíduos e das equipas. Comecei a fazê-lo desde a época em que o Benfica, de Jorge Jesus, quase ganhava tudo, mas acabou ganhando nada.

Ganhe Dinheiro com Futebol

O jogo que aqui trago foi disputado no passado dia 20 de Maio de 2018, colocando frente-a-frente, o Clube Desportivo das Aves e o Sporting Clube de Portugal, em jogo a contar para a Final da Taça de Portugal.

Estatisticamente, todos os dados objectivos, apontavam para uma vitória do Sporting. Equipa mais forte, com jogadores de craveira internacional, um plantel muito mais valioso do que o do Desportivo das Aves. Um treinador reconhecido internacionalmente, pelo seu dom de dominar a táctica.

O registo recente de partidas mútuas, mostrava pleno de vitórias para o clube lisboeta que em dois jogos havia vencido ambos. No campeonato, o Sporting havia terminado na terceira posição classificativa, perdendo o acesso à Liga dos Campeões para o rival da segunda circular. Já o Desportivo das Aves havia conseguido garantir a manutenção com quatro pontos de vantagem sobre os dois clubes despromovidos. Ou seja, dois clubes nos antípodas da tabela classificativa.

Em termos de forma recente, o Desportivo das Aves chegava à partida do Jamor com três vitórias e sete derrotas nas últimas dez partidas. O Sporting somava seis vitórias, um empate e três derrotas nos últimos dez jogos. O Desportivo das Aves chegava à final do Jamor deixando para trás o Caldas e o Sporting, o FC Porto.

Até aqui e se tivesse de apostar num vencedor, em quem apostaria? Tal como eu, no Sporting, claro!

Todavia e para quem tem boa memória, a 13 de Maio de 2018, o Sporting havia sido derrotado no Funchal pelo Marítimo e logo ali, no Estádio dos Barreiros, se testemunhou alguma insatisfação por parte das claques sportinguistas, com injúrias aos jogadores. O mesmo se viria a repetir no Aeroporto da Madeira, antes da equipa embarcar no avião de regresso ao continente. E aqui, o meu alerta ligou.

Bem sei que aqueles jogadores do Sporting, para além de jogadores profissionais de futebol, têm preparação mental para lidar com contestação, mas não deixam de ser seres-humanos que temem pelas suas vidas, sobretudo, quando estão muito perto de ser agredidos.

Mais tarde, a 15 de Maio de 2018, a Academia de Alcochete viria a ser invadida por alguns adeptos do Sporting e o resto é o que todos vimos e revimos na comunicação social, nas redes sociais, na internet, etc…

E foi a partir deste momento que comecei a formar a minha decisão de apostar na vitória do Desportivo das Aves como vencedor da partida. Pese embora todos os números desafiassem esta decisão, os dados subjectivos davam muita força à minha decisão. Ao longo desses cinco dias, só se falou da invasão à academia, dos responsáveis, das detenções, dos danos, dos ferimentos. Poucas noticias saíram sobre o jogo em si. Quase nada se publicou sobre a preparação do Desportivo das Aves, para a final. Os jornais não se debruçavam sobre as disponibilidades ou indisponibilidades no clube da Vila das Aves e isso viria a ser mais tarde sublinhado por José Mota, aquando da conferência de imprensa.

Estes factos reforçavam a minha ideia de que, psicologicamente, a equipa do Sporting estava num “fanico”. A direcção, de costas voltadas com a equipa de futebol profissional e com a equipa técnica, num clima de total intranquilidade. Jogadores e treinadores com marcas físicas de violência, mas as piores marcas, eram invisíveis: as ameaças que sofreram, o terror em que viviam pelas suas próprias famílias.

Nos dias que antecederam a final, ponderei muito sobre o tema e decidi valorizar ainda mais o factor psicológico, decidindo em definitivo, apostar uma stake completa na vitória do Desportivo das Aves, a uma odd que no mercado nacional se cifrava em 5,00.

E foi assim que na final da Taça de Portugal de 2018 lucrei 400% da minha stake.

Espero com toda a sinceridade que tenha apreciado este artigo.

Um bem haja!

Ganhe Dinheiro com Futebol
Sobre o Autor

Helder Queimado

O meu nome é Hélder Queimado e comecei no mundo das apostas como muitos. Um amigo comentou uma aposta feita na antiga Betandwin e aguçou a minha curiosidade. À curiosidade juntou-se o bónus de boas-vindas e isso foi o que bastou para me registar, depositar e começar a apostar, certo de que tinha encontrado uma galinha de ovos de ouro.Naquela altura a ignorância era enorme e a técnica para colocar apostas era o "achismo". Nenhuma gestão de banca, nenhum controlo de stakes, nenhum estudo preliminar, apenas meia-bola e força. Fácil compreender que a primeira banca foi entregue à casa de apostas.Mais tarde e muito por força da atenção mediática dada aos apostadores profissionais portugueses, decidi abrir conta na Betfair e fui atrás de conhecimentos, técnicas, compreender como estes conseguiam viver exclusivamente de apostas e alguns até, ser milionários. Nesta altura já conhecia os termos, mas não os dominava. Ouvia falar de consistência e achava que era ganhar todos os dias. O que lucrava num dia acabava por perder no dia seguinte.Cheguei à conclusão que precisava de melhorar, aprender, aperfeiçoar. Ao longo deste período fui apanhado pelo processo de legalização e acabei por guardar este projecto numa caixa e escondê-la no fundo do armário.O lançamento do Placard trouxe de novo "o bichinho" e lancei-me na procura de conhecimento, na experimentação e sobretudo, na especialização. Facto que nenhuma das casas legalizadas em Portugal me poderia oferecer os preços que eu necessitava para crescer, evoluir e acima de tudo, procurar o Longo Prazo.Confesso que o último semestre de 2017 e o primeiro de 2018 revolucionaram a minha percepção sobre a indústria e transformaram, completamente o meu paradigma permitindo-me projectar com clareza aqueles que são os meus objectivos e o caminho que devo seguir para concretizar os meus sonhos nas apostas.Actualmente, considero-me especialista no mercado de golos e procuro trabalhar de forma profissional com casas de apostas profissionais. Procuro publicar regularmente as minhas análises que ultrapassam a simples sugestão de aposta porque, considero muito importante um apostador ter a capacidade de redigir os factos apurados e justificar a sua aposta, de maneira a que muitos o compreendam e não apenas o próprio. Tal, permite-me confirmar o meu prognóstico ou, em alguns casos revê-lo e alterá-lo.Não vivo exclusivamente de apostas porque ainda não realizei todos os passos que necessito, mas, não tarda.Despeço-me com um forte abraço.Hélder M Queimado

Deixe Aqui o Seu Comentário ou Opinião, Obrigado!

avatar
  Subscrever  
Notificação de