Depósitos e Levantamentos nas Casas de Apostas - Guia do Apostador

Depósitos e Levantamentos nas Casas de Apostas – Guia do Apostador

Ganhe Dinheiro com Futebol

Sejam bem-vindos, investidores desportivos!

Ao longo deste artigo iremos focar a nossa atenção sobre os métodos de depósito e levantamento possíveis de utilizar nas casas de aposta. Este é um tema particularmente valorizado por apostadores experientes e por investidores em apostas desportivas. Para os apostadores iniciados, acredito que este tema seja “chato”, mas é essencial. Neste mundo das apostas desportivas, mais importante do que ganhar apostas é ganhar dinheiro e para ganhar dinheiro é necessário saber encontrar valor numa odd, saber quais os métodos de movimentação de capital sujeitos ao mínimo de taxas.

Quais são as Métodos de Depósitos e Levantamentos?

Atenção que este nosso artigo vai focar-se sobre a generalidade das casas de aposta existentes e não somente sobre as casas de aposta existentes em Portugal e no mercado regulado.

Genericamente, os métodos que são utilizados para depositar dinheiro, são os mesmos que são utilizados para realizar os levantamentos. Hoje, temos uma grande variedade disponível tais como o Multibanco, Paypal, Paysafecard, Skrill, Neteller, cartões de crédito e transferência bancária. Mas há mais. Vejamos por exemplo uma casa de apostas em particular, nomeadamente, a 1xBet e observemos os métodos de depósito existentes:

1) Cartões bancários (transferência de fundos imediata, taxa de serviço inexistente, depósito mínimo de 1 EUR): Visa, MasterCard, ‘Mir’ Card, Maestro, China Union Play, Entropay, ATM Online, Cartão pré-pago, Wimo Wallet;

Ganhe Dinheiro com Futebol

2) Carteiras electrónicas/eWallets que são uma das opções mais populares entre os apostadores em todo o mundo (transferência de fundos imediata e sem taxa de serviço): QIWI, WebMoney, YandexMoney, Netteller, Skrill – a carteira electrónica online mais popular do mundo.

3) A 1xBet também aceita depósitos via Davivienda, Toditocash, B-pay, Bitcoin, Litecoin, Dogecoin, Dash, Ethereum, Zcash, GameCredits, NEMW, Walletone, OKPay, Perfect Money, Otopay, Onlinepay, WeChat, PayoStar, Epay, AdvCash, UpayCard, SafetyPay, MyanPay, eLipa, GlobalPay, Verve, Trustpay, Pelepare, Cashenvoy – muitos destes desconhecidos dos apostadores portugueses.

Pese embora exista grande convergência ao nível dos meios de depósito e levantamento das casas de aposta, tal não dispensa a leitura atenta da informação disponibilizada nos respectivos websites.

O nosso dinheiro está seguro?

Por regra, as casas de aposta recomendadas e recomendáveis são corporações gigantescas que movimentam muitos milhões de euros todos os meses, logo, dispõem de um nível de solidez bastante elevado e mecanismos de segurança altamente complexos e avançados. Como consequência, o nosso dinheiro está em segurança nestas casas. O mesmo sucede ao nível das carteiras electrónicas/eWallets, igualmente seguras, igualmente confiáveis.

Podemos transferir todo o dinheiro do mundo?

Existem limitações no que concerne a valores máximos de depósito e levantamento, dependendo de cada casa, porém, estes podem ser alterados, bastando para tal negociar com as casas através dos respectivos suportes ao Cliente. Importa não confundir o limite de depósito e sobretudo, levantamento com as limitações nas apostas, impostas pelas casas e que são bastante variáveis, dependendo de marcado para mercado. Os apostadores iniciados dificilmente sentirão na pele a limitação numa aposta, porém, no caso de um apostador profissional é uma realidade inadiável.

E é grátis ou tem custos?

As comissões por depósito ou levantamento, é algo inexistente nas casas de apostas, podendo algumas cobrar pequenas comissões sobre valores depositados. No caso das carteiras electrónicas/eWallets, as comissões são uma realidade incontornável e existem para o depósito e para o levantamento. Podem oscilar entre 1% e 3% para depósitos e 1% a 2% para levantamentos. Abrir aqui um parêntese para as carteiras virtuais mais conhecidas e mais famosas como Skrill e Neteller que possibilitam aos seus Clientes a posse de um cartão físico que dá acesso ao capital existente nas respectivas contas, cobrando taxas menores.

A regra, nas casas de aposta é: o método utilizado para depositar é o método autorizado para levantamento. Isto é algo que está previsto nos termos e condições de cada casa e é uma exigência com a qual nós concordamos ao abrir a nossa conta (quer queiramos, quer não, a leitura dos termos e condições é obrigatória e permite-nos conhecer os nossos direitos e deveres na relação com aquela instituição que estamos a contratar e a quem iremos confiar o nosso dinheiro).

Existem, contudo, excepções, por exemplo o Multibanco. Um depósito via multibanco não permite um levantamento via multibanco, consequentemente, neste caso será necessário optar por outro método que dependerá de casa para casa.

Um bem haja!

Ganhe Dinheiro com Futebol
Sobre o Autor

Helder Queimado

O meu nome é Hélder Queimado e comecei no mundo das apostas como muitos. Um amigo comentou uma aposta feita na antiga Betandwin e aguçou a minha curiosidade. À curiosidade juntou-se o bónus de boas-vindas e isso foi o que bastou para me registar, depositar e começar a apostar, certo de que tinha encontrado uma galinha de ovos de ouro.Naquela altura a ignorância era enorme e a técnica para colocar apostas era o "achismo". Nenhuma gestão de banca, nenhum controlo de stakes, nenhum estudo preliminar, apenas meia-bola e força. Fácil compreender que a primeira banca foi entregue à casa de apostas.Mais tarde e muito por força da atenção mediática dada aos apostadores profissionais portugueses, decidi abrir conta na Betfair e fui atrás de conhecimentos, técnicas, compreender como estes conseguiam viver exclusivamente de apostas e alguns até, ser milionários. Nesta altura já conhecia os termos, mas não os dominava. Ouvia falar de consistência e achava que era ganhar todos os dias. O que lucrava num dia acabava por perder no dia seguinte.Cheguei à conclusão que precisava de melhorar, aprender, aperfeiçoar. Ao longo deste período fui apanhado pelo processo de legalização e acabei por guardar este projecto numa caixa e escondê-la no fundo do armário.O lançamento do Placard trouxe de novo "o bichinho" e lancei-me na procura de conhecimento, na experimentação e sobretudo, na especialização. Facto que nenhuma das casas legalizadas em Portugal me poderia oferecer os preços que eu necessitava para crescer, evoluir e acima de tudo, procurar o Longo Prazo.Confesso que o último semestre de 2017 e o primeiro de 2018 revolucionaram a minha percepção sobre a indústria e transformaram, completamente o meu paradigma permitindo-me projectar com clareza aqueles que são os meus objectivos e o caminho que devo seguir para concretizar os meus sonhos nas apostas.Actualmente, considero-me especialista no mercado de golos e procuro trabalhar de forma profissional com casas de apostas profissionais. Procuro publicar regularmente as minhas análises que ultrapassam a simples sugestão de aposta porque, considero muito importante um apostador ter a capacidade de redigir os factos apurados e justificar a sua aposta, de maneira a que muitos o compreendam e não apenas o próprio. Tal, permite-me confirmar o meu prognóstico ou, em alguns casos revê-lo e alterá-lo.Não vivo exclusivamente de apostas porque ainda não realizei todos os passos que necessito, mas, não tarda.Despeço-me com um forte abraço.Hélder M Queimado

Deixe Aqui o Seu Comentário ou Opinião, Obrigado!

avatar
  Subscrever  
Notificação de