O Vício nas Apostas Desportivas - Guia do Apostador

O Vício nas Apostas Desportivas – Guia do Apostador

Ganhe Dinheiro com Futebol

Sejam bem-vindos, investidores desportivos!

A palavra vício deriva do termo latino “vitium“, que significa “falha” ou “defeito”. Um vício é um hábito repetitivo que pode causar algum tipo de prejuízo ao viciado e a todos que com ele convivem.
Quando pensamos em vício, invariavelmente, o nosso pensamento é dirigido para o álcool ou para as drogas. Mas existem muitas outras adições, a diferença é que não estamos despertos para elas. No fundo, um vício, seja ele químico ou de outra natureza, caracteriza-se pela falta de controlo em executar uma qualquer actividade.

O mundo em que nos inserimos, o das apostas desportivas, não está isento de adições ou vícios e não é muito difícil encontrar casos de apostadores que passaram a ser viciados. Do mesmo modo também não é difícil encontrar exemplos de sucesso ou de insucesso, na superação do vício das apostas desportivas.

O mais difícil é identificar, atempadamente, um apostador viciado, antes de ser tarde de mais. Quase sempre os primeiros sinais são identificados pelo círculo mais próximo, os familiares e os amigos. Manifestam-se quase sempre na forma de alterações de comportamento: isolamento e afastamento social, irritabilidade, incapacidade em honrar compromissos pessoais ou profissionais.

Quando um apostador passa a ser considerado viciado, deixa de se conseguir distanciar do jogo. Sente a necessidade de aumentar, repetidamente, as quantias apostadas. Faz diversas tentativas frustradas para abandonar o jogo. Dado o elevado número de perdas, assume um comportamento de recuperação nos próximos eventos. Torna-se um mentiroso compulsivo perante os seus familiares, amigos e por vezes até, médicos ou terapeutas, sobretudo no que respeita à extensão dos danos. Acaba por se envolver em actividades ilegais para financiar o jogo. Sem se aperceber coloca em risco relações interpessoais, profissionais, colocando em causa o seu emprego e oportunidades de carreira que lhe podem surgir. Confia em terceiros para obter dinheiro cuja finalidade é compensar as perdas geradas pelo vício.

Ganhe Dinheiro com Futebol

A dimensão do problema pode muitas vezes tomar proporções inimagináveis. Um apostador viciado gasta o dinheiro que tem em mão, mas também as poupanças de uma vida, o saldo do cartão de crédito e o dinheiro da própria família. Por causa disso, as rendas de casa começam a ser pagas cada vez mais tarde, as contas da água e da luz acumulam-se e as noites são passadas em branco, em frente do computador, a tentar recuperar tudo o que se perdeu.

A dada altura, a mente do apostador viciado gravita exclusivamente em torno das apostas desportivas e nenhuma outra actividade consegue desviar-lhe o foco. Uma vez que os websites de apostas desportivas, há muito que se tornaram multiplataforma, um apostador viciado só precisa de um telemóvel para estar ligado e alimentar o seu vício.

Alguns, uma vez atravessada a ténue linha entre o hobby e a adição só conseguem encontrar uma solução e essa é derradeira: o suicídio.

Portanto, caro leitor se, se revê em algo do que aqui escrevemos, é hora de, em primeiro lugar, assumir que tem um problema com o jogo e com as apostas desportivas. O primeiro passo para recuperar a sua vida é assumir que a perdeu e que tem, de facto, um problema. Em seguida, procurar ajuda. Pode ser de familiares, de amigos, porém, hoje em dia existem profissionais capacitados a apoiar e contribuir para o sucesso da recuperação. Tal como o vício das drogas, existem, no nosso País, centros de recuperação para apostadores viciados, em regime de clausura. Pode ainda ser necessário recorrer a medicamentos para controlar e ultrapassar a dependência. Por outro lado, também existem grupos de jogadores anónimos que com base na partilha, se apoiam mutuamente e desse modo, ajudam a superar o vício.

Faça contas à sua vida e se já gastou mais do que ganhou, é hora de parar.

Procure estar com quem mais ama e fazer actividades conjuntas que lhe tragam prazer e bem-estar.

Não se iluda! Lá porque a internet está cheia de casos de apostadores bem-sucedidos e milionários, nem todos são, na realidade, assim tão bem-sucedidos e menos ainda, milionários. Como já percebeu pelos nossos artigos, ser consistente e lucrativo no mundo das apostas desportivas é muito, mas mesmo muito difícil e não é para todos, não está de facto ao alcance de todos.

Para se vencer e singrar neste mundo é muito importante ter uma mente forte e que a cada dia tem de ser fortalecida. É igualmente muito importante, estabelecer limites, criar uma rotina, ser disciplinado e não disparar para todas as apostas que aparecem, justificando como sendo inevitável. A inevitabilidade no mundo das apostas desportivas não existe. Tudo, pode acontecer.

Para terminar e se calhar, o ponto final que escolhi é um pouco radical, mas perante este tema não há como ser de outra forma. Muitos apostadores só conseguem encontrar uma solução para o vício: a morte!

Portanto, se algo neste artigo vai de encontro ao que anda a fazer, pare e pense na sua família, pense nos seus amigos e procure ajuda, por favor!

Um bem haja!

Ganhe Dinheiro com Futebol
Sobre o Autor

Helder Queimado

O meu nome é Hélder Queimado e comecei no mundo das apostas como muitos. Um amigo comentou uma aposta feita na antiga Betandwin e aguçou a minha curiosidade. À curiosidade juntou-se o bónus de boas-vindas e isso foi o que bastou para me registar, depositar e começar a apostar, certo de que tinha encontrado uma galinha de ovos de ouro.Naquela altura a ignorância era enorme e a técnica para colocar apostas era o "achismo". Nenhuma gestão de banca, nenhum controlo de stakes, nenhum estudo preliminar, apenas meia-bola e força. Fácil compreender que a primeira banca foi entregue à casa de apostas.Mais tarde e muito por força da atenção mediática dada aos apostadores profissionais portugueses, decidi abrir conta na Betfair e fui atrás de conhecimentos, técnicas, compreender como estes conseguiam viver exclusivamente de apostas e alguns até, ser milionários. Nesta altura já conhecia os termos, mas não os dominava. Ouvia falar de consistência e achava que era ganhar todos os dias. O que lucrava num dia acabava por perder no dia seguinte.Cheguei à conclusão que precisava de melhorar, aprender, aperfeiçoar. Ao longo deste período fui apanhado pelo processo de legalização e acabei por guardar este projecto numa caixa e escondê-la no fundo do armário.O lançamento do Placard trouxe de novo "o bichinho" e lancei-me na procura de conhecimento, na experimentação e sobretudo, na especialização. Facto que nenhuma das casas legalizadas em Portugal me poderia oferecer os preços que eu necessitava para crescer, evoluir e acima de tudo, procurar o Longo Prazo.Confesso que o último semestre de 2017 e o primeiro de 2018 revolucionaram a minha percepção sobre a indústria e transformaram, completamente o meu paradigma permitindo-me projectar com clareza aqueles que são os meus objectivos e o caminho que devo seguir para concretizar os meus sonhos nas apostas.Actualmente, considero-me especialista no mercado de golos e procuro trabalhar de forma profissional com casas de apostas profissionais. Procuro publicar regularmente as minhas análises que ultrapassam a simples sugestão de aposta porque, considero muito importante um apostador ter a capacidade de redigir os factos apurados e justificar a sua aposta, de maneira a que muitos o compreendam e não apenas o próprio. Tal, permite-me confirmar o meu prognóstico ou, em alguns casos revê-lo e alterá-lo.Não vivo exclusivamente de apostas porque ainda não realizei todos os passos que necessito, mas, não tarda.Despeço-me com um forte abraço.Hélder M Queimado