Sociedades nas Apostas Desportivas e os Seus Beneficíos - Guia do Apostador

Sociedades nas Apostas Desportivas e os Seus Beneficíos – Guia do Apostador

Ganhe Dinheiro com Futebol

Sejam bem-vindos, investidores desportivos!

Este artigo é, especialmente, direccionado a apostadores que se estão a iniciar, mas não só, porque até pode constituir uma sugestão, extremamente, benéfica para apostadores mais experientes.

Pode ou não, ser vantajoso para um apostador criar uma sociedade com um amigo ou um familiar, nas apostas desportivas?

A minha opinião é sim, é muito vantajoso para os apostadores que se estão a iniciar, associarem-se e percorrerem, juntos, os primeiros degraus do percurso de apostador.

A maior vantagem das sociedades que destaco tem que ver com a disciplina.

Se fizermos uma introspecção, a esmagadora maioria dos apostadores quebra, ou conhece os períodos de maior insucesso, quando atravessa um período de indisciplina. Indisciplina que se tende a manifestar, sobretudo, nos momentos de perda e que acaba por potenciar ainda mais o prejuízo. Revela-se na forma de apostas inconsequentes, sem sentido e com valor esperado negativo, obedecendo somente ao objectivo de recuperar a perda.

Em ambiente associativo é menos provável que tal suceda, desde logo devido à obrigatoriedade de ter de justificar ao parceiro, o motivo pelo qual optou por determinadas apostas em nome dos membros.

Criar uma história única

Para além do que, apostar a dois (ou mais) pode ser tão divertido como ver um jogo de futebol entre amigos. Serve para reforçar laços de amizade, devido a todas as emoções a que os apostadores são sujeitos, mas também para criar uma história, recheada de episódios únicos e memoráveis, como aquele green em cima do apito final do árbitro, quando já se registava a aposta como perdida.

Aprendizagem e conhecimento

Outra vantagem tem que ver com a aquisição de conhecimento e com o processo de aprendizagem que tende a ser mais rápido quando os apostadores colaboram em ambiente associativo. Há lugar a uma partilha de conhecimento, benéfica para todos os integrantes, que de forma natural aprendem mais e em menos tempo do que um apostador individual.

Pode ser ainda mais benéfico, se os membros da sociedade tiverem perfis de apostador diferentes, cuja consequência se revelará em formas de analisar e projectar as partidas de modo diferente, acabando os apostadores por se moldarem, tornando-se melhores apostadores.

Duração da sociedade

Pese embora eu considere que há vantagens neste processo, também considero que deve ser uma fase temporária, porque a dada altura, cada apostador quererá e precisará seguir o seu próprio caminho – mesmo que isso signifique vir a criar novas sociedades, posteriormente.

O segredo das sociedades

Como em qualquer relação entre pessoas, na vida, uma sociedade de apostadores só funciona se os membros tiverem total confiança uns nos outros. Afinal de contas, é de dinheiro que se está a falar.

É necessário ter flexibilidade, para acomodar diferentes pontos de vista e diferentes opiniões, lembrando sempre que as apostas desportivas não são nenhuma ciência exacta.

Os associados devem respeitar-se, mutuamente, justificando-se sempre que apostem individualmente e sem recolher a opinião dos demais.

Se ainda não tem um amigo ou familiar para começar a apostar, pense, seriamente, em encontrar alguém.

Rapidamente, verá o quão positivo e gratificante pode ser.

Um bem haja!

Sobre o Autor

Helder Queimado

O meu nome é Hélder Queimado e comecei no mundo das apostas como muitos. Um amigo comentou uma aposta feita na antiga Betandwin e aguçou a minha curiosidade. À curiosidade juntou-se o bónus de boas-vindas e isso foi o que bastou para me registar, depositar e começar a apostar, certo de que tinha encontrado uma galinha de ovos de ouro. Naquela altura a ignorância era enorme e a técnica para colocar apostas era o "achismo". Nenhuma gestão de banca, nenhum controlo de stakes, nenhum estudo preliminar, apenas meia-bola e força. Fácil compreender que a primeira banca foi entregue à casa de apostas. Mais tarde e muito por força da atenção mediática dada aos apostadores profissionais portugueses, decidi abrir conta na Betfair e fui atrás de conhecimentos, técnicas, compreender como estes conseguiam viver exclusivamente de apostas e alguns até, ser milionários. Nesta altura já conhecia os termos, mas não os dominava. Ouvia falar de consistência e achava que era ganhar todos os dias. O que lucrava num dia acabava por perder no dia seguinte. Cheguei à conclusão que precisava de melhorar, aprender, aperfeiçoar. Ao longo deste período fui apanhado pelo processo de legalização e acabei por guardar este projecto numa caixa e escondê-la no fundo do armário. O lançamento do Placard trouxe de novo "o bichinho" e lancei-me na procura de conhecimento, na experimentação e sobretudo, na especialização. Facto que nenhuma das casas legalizadas em Portugal me poderia oferecer os preços que eu necessitava para crescer, evoluir e acima de tudo, procurar o Longo Prazo. Confesso que o último semestre de 2017 e o primeiro de 2018 revolucionaram a minha percepção sobre a indústria e transformaram, completamente o meu paradigma permitindo-me projectar com clareza aqueles que são os meus objectivos e o caminho que devo seguir para concretizar os meus sonhos nas apostas. Actualmente, considero-me especialista no mercado de golos e procuro trabalhar de forma profissional com casas de apostas profissionais. Procuro publicar regularmente as minhas análises que ultrapassam a simples sugestão de aposta porque, considero muito importante um apostador ter a capacidade de redigir os factos apurados e justificar a sua aposta, de maneira a que muitos o compreendam e não apenas o próprio. Tal, permite-me confirmar o meu prognóstico ou, em alguns casos revê-lo e alterá-lo. Não vivo exclusivamente de apostas porque ainda não realizei todos os passos que necessito, mas, não tarda. Despeço-me com um forte abraço. Hélder M Queimado

Deixe Aqui o Seu Comentário ou Opinião, Obrigado!

avatar
  Subscrever  
Notificação de