Aprenda a Relativizar o Valor do Dinheiro nas Apostas Desportivas - Guia do Apostador

Aprenda a Relativizar o Valor do Dinheiro nas Apostas Desportivas – Guia do Apostador

Ganhe Dinheiro com Futebol

Sejam bem-vindos, investidores desportivos!

Este artigo pode, à primeira vista, nada ter a ver com apostas desportivas, ou com apostadores, mas peço-lhe que o leia até ao final e se tiver tempo, volte a lê-lo. Daqui a algum tempo voltamos a falar, pode ser?

Dinheiro não traz felicidade…

Desde tenra idade que ouvimos certa expressão: o dinheiro não traz felicidade.

Muitos, como eu, não nasceram no seio de famílias abastadas. Pelo contrário, nasceram no seio de famílias pobres e cresceram a sentir as consequências das dificuldades financeiras na vida.

Talvez por isso, outros, como eu, tenham começado desde cedo a batalhar pelos seus objectivos, lutando por consegui-los. E foi necessário trabalhar o dobro, estudar o dobro, o que foi feito por ter motivação extra.

Ganhe Dinheiro com Futebol

…, mas ajuda a comprar

A dada altura das nossas vidas, transformamos certa expressão em: o dinheiro não traz felicidade, mas ajuda a comprá-la. E continuamos, muitos, como eu, a trabalhar mais do que a média.

Porém e em certo momento, há um ponto de viragem na vida em que muitos, se capacitam de que o dinheiro, de facto não traz felicidade.

O sonho das apostas

O dinheiro faz falta! Disso ninguém pode ter dúvidas.

E se faz falta a quem tem algum, pode-se facilmente, imaginar a falta que faz a quem tem pouco.

Quando muitos, como eu, embarcam nesta jornada das apostas, acalentam o sonho de ficar ricos da noite para o dia, como se se tratasse de uma espécie de euromilhões (nem sei de onde vem tal ideia, mas juro que me debruçarei sobre isso!). Chega mais depressa a desilusão do que a riqueza e tantos desistem. Outros, como eu, persistem, estudam, analisam, sistematizam, mecanizam, procuram compreender, aprendem e por aqui vão continuando. Uns com lucros consistentes, outros nem por isso.

Será que quando chegarmos ao montante que objectivamos, seremos mais felizes? Talvez sim e talvez não.

A realidade

O dinheiro dá-nos a possibilidade de conduzir um bom BMW em vez de um Renault. Ter dinheiro e por consequência, estar despreocupado com a sua obtenção, dá-nos mais tempo para fazer o que realmente nos faz felizes. Mas é preciso o dinheiro para isso?

Dinheiro algum consegue compensar um minuto da minha vida, que perco em não estar com a minha família. Quanto vale, em dinheiro, estar com os amigos a beber uma cerveja fresca e a ver um bom jogo de futebol?

O segredo revelado

Este é o verdadeiro segredo dos apostadores mais lucrativos no mundo, os tais que tem bancas capazes de derrubar linhas em casas de apostas.

Estes apostadores são, imensamente, bem-sucedidos nas apostas desportivas porque são felizes! Ao contrário do que se pode imaginar, eles não são felizes porque têm dinheiro. Não, eles têm dinheiro porque são felizes e ao sê-lo, conseguem com maior facilidade, multiplicar o dinheiro.

Os grandes apostadores, os tais que sonhamos ser, são felizes quer tenham mais milhão ou menos milhão. E isto acontece porque aprenderam a relativizar o valor do dinheiro. Esta competência passou a ser uma vantagem para estes apostadores no momento de tomarem uma decisão, por mais arriscada que ela possa ser.

Esses tais apostadores não entram em euforias quando lucram sabe-se lá quantos “kas”, mas também não entram em depressão profunda quando perdem sabe-se lá quantos “kas”. Faz parte do processo, limitam-se a prosseguir no seu método, aplicando as suas regras, deixando as emoções de lado.

Os maiores apostadores não têm dúvidas no momento de comprar uma aposta de valor. Mesmo que estejam contra o mercado. Respeitam o seu método.

A capacidade de relativizar o valor do dinheiro é fundamental para se conseguir adquirir outra competência chave para perseverar neste negócio: controlo emocional!

Sugestões que podem ajudar

Dinheiro não compra tudo – por vezes damos por certas coisas que são incertas;

A nossa família faz parte de nós, nos bons e nos maus momentos – aprenda a valorizá-la;

Os amigos vão e vêm, mas alguns ficam ao longo de uma temporada longa, por vezes uma vida e isso não tem preço;

Pense em algo que o faça feliz, todos os dias e aprenda a valorizá-lo, seja lá o que for.

Nunca aposte mais do que está disposto a perder;

Olhe para o saldo da sua conta na casa de apostas e ignore o símbolo do dinheiro, encare o número como unidades, fichas ou chapas;

Não pense em desistir quando perde, procure aprender algo novo a cada red;

Evite sentir-se “espantástico” a cada green, lembre-se que a seguir pode vir um red. Mantenha-se firme na disciplina, não se desvie do seu método.

Ser feliz custa muito pouco, acredite! Do que está à espera?

Um bem haja!

Ganhe Dinheiro com Futebol
Sobre o Autor

Helder Queimado

O meu nome é Hélder Queimado e comecei no mundo das apostas como muitos. Um amigo comentou uma aposta feita na antiga Betandwin e aguçou a minha curiosidade. À curiosidade juntou-se o bónus de boas-vindas e isso foi o que bastou para me registar, depositar e começar a apostar, certo de que tinha encontrado uma galinha de ovos de ouro. Naquela altura a ignorância era enorme e a técnica para colocar apostas era o "achismo". Nenhuma gestão de banca, nenhum controlo de stakes, nenhum estudo preliminar, apenas meia-bola e força. Fácil compreender que a primeira banca foi entregue à casa de apostas. Mais tarde e muito por força da atenção mediática dada aos apostadores profissionais portugueses, decidi abrir conta na Betfair e fui atrás de conhecimentos, técnicas, compreender como estes conseguiam viver exclusivamente de apostas e alguns até, ser milionários. Nesta altura já conhecia os termos, mas não os dominava. Ouvia falar de consistência e achava que era ganhar todos os dias. O que lucrava num dia acabava por perder no dia seguinte. Cheguei à conclusão que precisava de melhorar, aprender, aperfeiçoar. Ao longo deste período fui apanhado pelo processo de legalização e acabei por guardar este projecto numa caixa e escondê-la no fundo do armário. O lançamento do Placard trouxe de novo "o bichinho" e lancei-me na procura de conhecimento, na experimentação e sobretudo, na especialização. Facto que nenhuma das casas legalizadas em Portugal me poderia oferecer os preços que eu necessitava para crescer, evoluir e acima de tudo, procurar o Longo Prazo. Confesso que o último semestre de 2017 e o primeiro de 2018 revolucionaram a minha percepção sobre a indústria e transformaram, completamente o meu paradigma permitindo-me projectar com clareza aqueles que são os meus objectivos e o caminho que devo seguir para concretizar os meus sonhos nas apostas. Actualmente, considero-me especialista no mercado de golos e procuro trabalhar de forma profissional com casas de apostas profissionais. Procuro publicar regularmente as minhas análises que ultrapassam a simples sugestão de aposta porque, considero muito importante um apostador ter a capacidade de redigir os factos apurados e justificar a sua aposta, de maneira a que muitos o compreendam e não apenas o próprio. Tal, permite-me confirmar o meu prognóstico ou, em alguns casos revê-lo e alterá-lo. Não vivo exclusivamente de apostas porque ainda não realizei todos os passos que necessito, mas, não tarda. Despeço-me com um forte abraço. Hélder M Queimado

Deixe Aqui o Seu Comentário ou Opinião, Obrigado!

avatar
  Subscrever  
Notificação de